• A-
  • A+

Ophiuchus: O Signo Secreto Do Zodiaco

ophiuchus

Você já ouviu falar de Ophiuchus? Caso não tenha, não se preocupe, é normal. Sempre disseram a você que existem 12 signos do zodíaco, conectado à 12 constelações. A maioria de nós sabe os nomes deles. Eles são parte de nossa cultura e um guia importante para determinar nossas ações.

É por isso que a notícia da existência de um 13° signo pode ser uma grande surpresa e difícil de acreditar. Mas e se eu disser a você que existe uma teoria que faz sentido sobre a existência deste signo?

Dentro da astrologia existe uma grande discussão sobre o Ophiuchus. Os astrólogos orientais acreditam firmemente em sua existência, enquanto os astrólogos ocidentais a negam. Talvez seja uma questão de conflito cultural.

A constelação escondida

Na astrologia, o 12 parece ser um número mágico. Existem 12 meses, 12 signos solares, 12 animais no horóscopo chinês, 12 casas astrológicas e 12 constelações.

Existe uma certa simetria em torno deste número. De acordo com Claudius Ptolemym, matemático e astrônomo grego, o ano é dividido em 12 períodos por volta do dia 20 de cada mês.

Cada período está associado a um signo do zodíaco e a uma constelação. O primeiro é Áries, que vai de 20 de março até 19 de abril e o último é Peixes, que começa em 19 de fevereiro e termina em 20 de março. Isso é o que chamamos de um ciclo completo do zodíaco.

Estas 12 constelações mencionadas antes tocam ou cruzam a eclíptica. A eclíptica representa a trajetória aparente do Sol pelo céu, da perspectiva da Terra. Mas existe outra constelação que segue o caminho da eclíptica. Seu nome é Ophiuchus.

A origem de Ophiuchus

O fato de a 13ª constelação não ser tão conhecida quanto as outras se deve a um equívoco por parte dos antigos astrólogos da Babilônia. Durante os cálculos, eles só conseguiram identificar 12 constelações.

No entanto, estudos posteriores e técnicas mais precisas de cálculo nos deram uma perspectiva melhor do céu. Isso é algo completamente normal. Pense no calendário que temos hoje em dia. Existiram outros calendários antes. Calendários que não eram completamente precisos, mas aproximados ao que temos agora.

No caso de Ophiuchus, existe uma evidência clara de sua existência. Até mesmo a NASA apresentou relatórios sérios sobre este assunto. Os especialistas perceberam que existe um efeito que afeta o céu.

O nome deste efeito é precessão, o qual envolve uma mudança na orientação dos eixos de um corpo em rotação. Neste caso, a força gravitacional do sol e da lua cria um movimento “oscilante” sobre a Terra.

Este movimento tem um impacto direto na constelação que deriva enquanto a Terra orbita em torno do sol. Entre as consequências deste efeito está uma variação de um ou dois dias dentro das datas dos signos do zodíaco.

As novas datas

Antes de ver estas datas eu preciso explicar algo. A existência de Ophiuchus deve ser encarada mais de um ponto de vista astronômico do que astrológico.

Isso significa que as datas que você verá a seguir não interferem na percepção do seu signo.

Dito isso, vamos dar uma olhada nas datas se levarmos em conta o novo signo do zodíaco:

Capricórnio         20 jan – 16 fev
Aquário              16 fev – 11 mar
Peixes                11 mar – 18 abr
Áries                   18 abr – 13 maio
Touro                  13 maio – 21 jun
Gêmeos             21 jun – 20 jul
Câncer               20 jul – 10 ago
Leão                  10 ago – 16 set
Virgem               16 set – 30 out
Libra                  30 out – 23 nov
Escorpião          23 nov – 29 nov
Ophiuchus         29 nov – 17 dez
Sagitário            17 dez – 20 jan

 

O signo da serpente

Se quiser saber exatamente onde Ophiuchus está, você pode encontrá-la entre Escorpião e Sagitário. E embora esta seja uma das maiores constelações, poucas pessoas têm consciência de sua existência. No entanto, você deve ter ouvido sobre a Supernova de Kepler, a qual, na verdade, faz parte desta constelação.

O nome Ophiuchus vem do grego e significa “portador da serpente“. É por isso que frequentemente este signo é representado pela imagem de um homem segurando uma cobra. Como se ele estivesse lutando para controlar sua força.

Podemos encontrar a origem desta imagem na mitologia grega. Para alguns, a constelação é um tributo a Apolo, deus grego da música, da poesia, do sol, entre outros. A imagem é uma representação da luta contra a grande cobra que guardava o Oráculo de Delfos.

Mas existem outras versões. Alguns dizem que o homem da imagem é Laocoonte, um sacerdote troiano de Poseidon, que tentou alertar seus concidadãos sobre o perigo escondido dentro do cavalo de madeira de Tróia. De acordo com a lenda, Poseidon enviou duas serpentes marítimas para silenciá-lo.  

Características de Ophiuchus

Para aqueles nascidos entre 29 de novembro e 17 de dezembro, aqui está um guia rápido das características deste signo.

Primeiro de tudo, aqueles nascidos sob o signo de Ophiuchus são conhecidos por serem grandes humanistas, preocupados com o bem-estar de todo mundo. O mundo deles é repleto de poesia, graças ao forte senso poético que eles possuem. Não necessariamente esta habilidade se manifesta por meio da escrita de poesia, mas no modo como eles enxergam a vida.

Uma pessoa nascida sob o signo de Ophiuchus também é conhecido por seu conhecimento e pode desenvolver uma forte capacidade psíquica. Elas também tomam a iniciativa e são extremamente sortudas na vida. Se quiser chamar a atenção delas, não se esqueça de usar cores vivas. Eles amam isso.

Pelo lado negativo, eles podem ser muito ciumentos e possessivos. Além disso, podem ser intensos e um pouco vingativos, principalmente com pessoas que pertençam ao círculo social próximo deles, alguém que tenha errado com elas ou abusado de sua confiança.